quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Ontem chocámos de frente com o facto de que o nosso filho mais velho está a deixar de ser pequenino. A chegar aos 18kg, não tivémos alternativa senão comprar-lhe uma cadeira auto nova, maior, que o há-de acompanhar até ser mesmo muito crescido. 


É uma alegria imensa vê-lo crescer e tornar-se num rapazinho, mas confesso que me custa perceber que se está a tornar independente depressa demais.

1 comentário:

marina maia disse...

Em breve vão os dois acampar, e tu ficas como eu, com saudades...o pai chega do trabalho e pergunta o nosso filho? Já falaste com ele...
Beijinhos